segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Eu nem quero imaginar quando tiver um filho...

Ontem fui deixar a minha irmã, à porta de um centro comercial para ela ir ao cinema com as amigas, foi a primeira vez que ela foi ao cinema com elas.
Fiz as contas, o filme começa a tal hora, não deve demorar mais do que 1:40, quando fizer duas horas desde que a deixei, ligo-lhe.
Entretanto fez 2 horas liguei para a minha mãe, porque ela é que a ia buscar, e ela diz-me que ainda não recebeu nenhuma mensagem para a ir buscar.
Desligo da minha mãe, telefono imediatamente para ela... não atende... espero mais 20 minutos...toca e toca e toca, lá atende com a voz mais feliz no mundo a dizer que já estava à espera da mãe, mas que entretanto ia dar mais uma voltinha pelo centro. Só fiquei completamente descansada quando ela já estava com a minha mãe. Que alívio!!!
Estava com medo que raptassem a míuda e depois ia sentir-me culpada o resto da vida, já que tinha sido eu a convencer a minha mãe, para deixar a miúda sair.
Mas pronto só na minha cabecinha é que se passam estas coisas...

Acho que estou com problemas na recepção de comentários. Se alguém fizer favor tente enviar um comentário a gerência agradece.

3 comentários:

teresa disse...

hehehe! tens razão em te preocupares - essas coisas até podem parecer filme mas acontecem...ainda bem que nada se passou! mas deu pra ver que o coração fica logo aos saltos né? olha beijocas à maria! e para ti muitos e com votos de boa semana

Nina disse...

Obrigada Teresa. Afinal parece que esta tudo bem com a minha caixa de comentários.

Paulo Nunes disse...

è natural! mas nunca tomaste conta de mais ninguem? ou ficaste responsavel? qto mais experiencia tiveres, mais descansada vais estar!
beijinhos